Posts filed under: Jurisprudência

(Relatora: Ana Paula Boularot) O STJ veio considerar que, «se num contrato de arrendamento é convencionado entre as partes um período de quatro meses de carência das rendas e que a locatária assume “a obrigação de fazer as obras de...
Continue Reading →
(Relatora: Emília Ramos Costa) O Tribunal da Relação de Évora veio considerar que «quem alega ter direito a uma indemnização tem de alegar igualmente que é titular do direito que foi lesado. O valor do dano sofrido tem de resultar...
Continue Reading →
(Relator: Jorge Leal) O Tribunal da Relação de Lisboa veio considerar que «é nula a cláusula de renúncia à garantia, subscrita pelo consumidor num contrato de compra e venda de bem de consumo. A invocação da nulidade referida (…) depende...
Continue Reading →
(Relator: João Diogo Rodrigues) O Tribunal da Relação do Porto veio considerar que, «durante o período de formação do contrato e mesmo no período negocial prévio, as partes devem atuar, objetivamente, de boa fé, pois, se o não fizerem, podem...
Continue Reading →
(Relatora: Teresa Sá Lopes) O Tribunal da Relação do Porto veio considerar que, «pretendendo-se fazer valer o direito à reparação especialmente previsto na legislação de acidentes de trabalho – a atribuição de uma pensão anual -, o tribunal de trabalho...
Continue Reading →
(Relator: Salazar Casanova) O Supremo Tribunal de Justiça veio considerar que «a responsabilidade do médico cirurgião decorrente do erro de execução em que incorreu ao perfurar o canal biliar durante uma intervenção em que se utilizou a técnica da laparoscopia...
Continue Reading →
(Relator: Lopes do Rego) O Supremo Tribunal de Justiça veio considerar que «age com culpa o médico anátomo-patologista que diagnostica erradamente, por deficiente interpretação dos exames realizados, doença oncológica ao lesado, omitindo e silenciando as dúvidas que resultavam razoavelmente da...
Continue Reading →
(Relatora: Anabela Luna de Carvalho) O Tribunal da Relação de Coimbra veio considerar que, «na repartição de responsabilidades por atuação negligente médica/hospitalar, terá de ser dimensionada a culpa e a participação de cada uma das omissões ou não prontidão de...
Continue Reading →
(Relator: Gabriel Catarino) O Supremo Tribunal de Justiça veio considerar que, «na relação que se estabelece entre o médico e o doente, o dever de informar/esclarecer do primeiro confina-se, no momento da assunção do diagnóstico, em dar a conhecer ao...
Continue Reading →
(Relatora: Maria dos Prazeres Beleza) O Supremo Tribunal de Justiça veio considerar que «o fundamento e o objetivo da indemnização pela perda do direito à vida não é o mesmo que preside à indemnização por danos não patrimoniais de que beneficia o próprio...
Continue Reading →